Today: Sunday 20 June 2021 , 7:39 pm


advertisment
search




Festival Brasília de Cultura Popular

Ultima atualização 6 Day , 3 hour 29 Visualizações

Advertisement
In this page talks about ( Festival Brasília de Cultura Popular ) It was sent to us on 14/06/2021 and was presented on 14/06/2021 and the last update on this page on 14/06/2021

Seu comentário


Coloque o código
  {{Info/Evento
nome = Festival Brasília de Cultura Popular
imagem = Edição de 2006 do Festival de Brasília de Cultura Popular.jpg
legenda = Edição de 2006 do festival
primeira edição = 2005
período = anual
local = Distrito Federal, Brasil
gênero = festival
ingresso = franca
O Festival Brasília de Cultura Popular é um evento ocorrido anualmente em Brasília para difundir a cultura popular. Idealizado pelo grupo Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro em 2005, quando teve sua primeira edição, o festival é considerado um dos maiores eventos de cultura popular do Distrito Federal e do Brasil e tem como propósito celebrar a chegada do Calango Voador, mito regional. Recebe atrações culturais nacionais e internacionais e promove oficinas de teatro popular, dança e interpretação, além de debates e palestras.

História

O Festival Brasília de Cultura Popular foi idealizado em 2005 em Brasília por Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro, grupo que já vinha realizando apresentações folclóricas na região há alguns anos. Com o intuito de ampliar a divulgação de seus trabalhos, difundindo ainda mais a cultura popular, realizaram o evento sob uma tenda de circo improvisada, onde se apresentaram, juntamente com os grupos Maracatu Estrela Brilhante, de Pernambuco, e Moçambique Santa Efigênia, de Minas Gerais. Na ocasião, reuniu mil pessoas, entre participantes e espectadores.{{Citar web url=http://jornalismo.iesb.br/2018/04/16/grupo-de-teatro-cria-folclore-para-brasilia-e-expande-trabalhos-em-defesa-da-cultura-local/ titulo=Grupo de teatro cria folclore para Brasília e trabalha pela defesa da cultura local IESB Portal de Jornalismo acessodata=2020-09-05 website=jornalismo.iesb.br
No ano seguinte, a Fundação Nacional das Artes (Funarte) cedeu o espaço de seu complexo cultural para a realização do festival, que passou muitos anos sendo realizado lá e posteriormente conseguiu uma sede própria, o Centro Tradicional de Invenção Cultural, na 813 Sul. Nessa segunda edição, o evento contou pela primeira vez com a participação de um convidado internacional, o artista africano Petit Mamady Keita, que batia tambores em reverência à mãe África. Daí em diante, passou a ter o costume de receber alguma atração internacional, como Los Gaiteiros de Punta Brava, da Colômbia, em 2009, ano em que se consolidou como um dos maiores festivais do Distrito Federal. Em 2017, vinte mil pessoas prestigiaram os espetáculos.
O evento acontece entre novembro e dezembro de cada ano, tendo seu local e suas atrações divulgados meses antes. Para a entrada é exigida a doação de um quilo de alimento não perecível.

Edições

{ />
-
!2006
II Festival Brasília de Cultura Popular
Fundação Nacional das Artes (Funarte)
Grupos da cultura popular de tofo o Brasil, além do africano Petit Mamady Keita, representando os tambores da mãe África.
-
!2007
III Festival Brasília de Cultura Popular
Fundação Nacional das Artes (Funarte)
?
-
!2008
IV Festival Brasília de Cultura Popular
Fundação Nacional das Artes (Funarte)
?
-
!2009
V Festival Brasília de Cultura Popular
Fundação Nacional das Artes (Funarte)
Maracatu Piaba de Ouro (PE), Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro –  A roda, Samba de Coco Raizes de Arcoverde, Roda de Palhaços, Mambembrincantes (DF), Cacuriá Filha Herdeira (DF), Passarinhos do Cerrado (GO), Vozes da Mussuca (SE), Maciel Salú (PE), Carimbó Quentes da Madrugada (PA), Mariene de Castro (BA), Intervenção cultural com Pé de Cerrado (DF), Roda de Mamulengo, Baianas do Coqueiro Seco (AL), Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro - lançamento do CD, Paito e Los Gaiteros de Punta Brava (Colômbia), Ilê Aiyê (BA) e Intervenção cultural com Mestre Zé do Pife e as Juvelinas (DF).
-
!2010
VI Festival Brasília de Cultura Popular
Fundação Nacional das Artes (Funarte)
Família Vagamundi, da Bahia, e Pé de Jasmim, do Ceará, na Tenderê, Mamulengo Presepada, Boi de Seu Teodoro, Pé de Cerrado, Circo Companhia Fluxo, Cacuriá Filha Herdeira e Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro, do Distrito Federal,
Caboclinho 7 Flexas, Renata Rosa, Afoxé Alafin Oyó e Terno Quente com Alessandra Leão, Hélder Vasconcelos, Sérgio Cassiano e Maurício Alves, de Pernambuco, Redandá, de São Paulo, e Jongo da Serrinha, do Rio de Janeiro.
-
!2011
VII Festival Brasília de Cultura Popular
Fundação Nacional das Artes (Funarte)
Aurinha do Coco (PE), Ana Lúcia do Coco do Amaro Branco (PE), Martinha do Coco (DF), Boi do Seu Teodoro (DF), Orquestra Marafreboi, artista pernambucano Piaba de Ouro, compostitora e pesquisadora pernambucana de maracatu-rural Renata Rosa, companhia de teatro Filhos de Gandhy, um bloco baiano de afoxé, cantor Siba e grupo Fuloresta.
-
!2012
VIII Festival Brasília de Cultura Popular
Fundação Nacional das Artes (Funarte)
Inauguração da Escola Digital de Batuque Tradicional, site criado para registrar, divulgar e difundir as manifestações culturais do Brasil, apresentações dos integrantes da Velha guarda da Escola de Samba Mangueira e do músico Antônio Nóbrega, apresentação da “A Água, a Mata e a Tradição”, uma discussão científica, musical e poética sobre a importância da preservação do meio ambiente, e outros espetáculos circenses e de danças.
-
!2013
IX Festival Brasília de Cultura Popular
De 2 a 5 de dezembro no Espaço Eco das Tradições, 6 de dezembro no Centro Tradicional de Invenção Cultural, 7 e 8 de dezembro no Museu Nacional da República.
"A Roda – O Alado, a Tristeza e o Espantoso Rio que Bebe Nuvens e Mija Mar" (Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro), "Do Continente Irmão que Formou a Nossa Gente, de Jú Cata História (SP), "Maria das Alembranças e as Criaturas do Cerrado" – Luciana Meireles (DF), "Histórias Possíveis de Clarice" – Jú Cata História (SP), "Coisa de Mulher" – As Caixeiras (DF), Tambor de Crioula do Seu Teodoro (DF), Adiel Luna e o Coco Camará (PE), Samba de Roda com Semente Jogo de Angola (DF), Espetáculo "A Chegada do Calango Voador" com a Orquestra Alada Trovão da Mata (DF), Ponto BR, Caixa de Mitos – As Caixeiras (DF), Congada Catupé Caboclo (DF), Caravana Rabequeiros de Pernambuco (PE), e A Sambada – Toadas de Truvão para brotação de Chuva.
-
!2014
X Festival Brasília de Cultura Popular
?
?
-
!2015
XI Festival Brasília de Cultura Popular
Centro Tradicional de Invenção Cultural e Fundação Nacional das Artes (Funarte)
Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro, As Caixeiras, Mamulengo Fuzuê e Boi de Seu Teodoro, do Distrito Federal, Carneiro Manso, Coco Amazucado Raio de Luz e Afoxé Alafin Oyó e os artistas Maciel Salú e Renata Rosa, de Pernambuco, e Coco de Oyá de São Paulo.{{Citar web url=http://portais.funarte.gov.br/evento/10%C2%BA-festival-brasilia-de-cultura-popular/ titulo=10º Festival Brasília de Cultura Popular Funarte – Portal das Artes acessodata=2020-09-05 website=portais.funarte.gov.br
-
!2016
XII Festival Brasília de Cultura Popular
?
?
-
!2017
XIII Festival Brasília de Cultura Popular
?
?
-
!2018
XIV Festival Brasília de Cultura Popular
?
?
-
!2019
XV Festival Brasília de Cultura Popular
?
?

Honrarias

O festival foi contemplado com o "Prêmio Cultura Populares – Mestre Duda 100  anos de Frevo", concedido pela Secretaria de Identidade e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, por sua importância  para Brasília e pela abertura de mais um espaço completamente voltado para a cultura e para o imaginário popular.
Categoria:Eventos em Brasília
Categoria:Patrimônio histórico de Brasília
 
Comentários

Ainda não há comentários




visto pela última vez
a maioria das visitas