Today: Sunday 20 June 2021 , 7:09 pm


advertisment
search




Desastre ferroviário de Magude

Ultima atualização 4 Day , 2 hour 33 Visualizações

Advertisement
In this page talks about ( Desastre ferroviário de Magude ) It was sent to us on 16/06/2021 and was presented on 16/06/2021 and the last update on this page on 16/06/2021

Seu comentário


Coloque o código
  {{Info/Acidente ferroviário
título = Desastre ferroviário de Magude
imagem =
imagem_compr =
imagem_alt =
imagem_legenda =
data =
hora =
local = Magude
coordenadas =
país = Moçambique Português
linha = Lourenço Marques-Salisbúria
operador = Caminhos de Ferro de Moçambique
tipo = Colisão frontal, explosão
causa = Excesso de velocidade
trens = 2
passageiros =
mortos = 70
feridos = 200
prejuízos =
O desastre ferroviário de Magude ocorreu em 27 de março de 1974 em Magude, Moçambique Português, quando um trem que transportava passageiros da Rodésia colidiu de frente com um trem de carga moçambicano, causando uma explosão que matou 70 pessoas e feriu 200. Na época, foi o pior desastre ferroviário da história de Moçambique.

Visão geral

No início da manhã ou à noite de 27 de março de 1974, um trem para o sul que transportava passageiros da Rodésia colidiu de frente com um trem de carga moçambicano estacionado no norte que mantinha, entre outras coisas, produtos petrolíferos. O acidente ocorreu em Magude, em Moçambique Português, a alguns quilômetros ao norte da capital, Lourenço Marques (hoje Maputo). A colisão dos produtos petrolíferos a bordo do trem de carga a explodir e regar o óleo queimado e vários vagões do trem de passageiros. O calor extremo fez os vagões afetados derreterem, matando os passageiros dentro. Vários passageiros dos vagões que não estavam queimando tentaram salvar algumas das vítimas, mas foram forçados a voltar devido às chamas.
No dia da colisão, foi relatado que 60 passageiros morreram. Vários dias depois, a polícia registrou 70 mortos e cerca de 200 feridos. O evento foi considerado o pior desastre ferroviário da história de Moçambique, posteriormente superado pelo desastre ferroviário de Tenga, com 192 mortes. O Presidente William Tolbert, da Libéria, enviou suas condolências ao Primeiro-Ministro de Moçambique, Joaquim Chissano.

Notas


  • Categoria:Incêndios em 1974
    Categoria:Acidentes e incidentes ferroviários em Moçambique
    Categoria:1974 em Moçambique
    Categoria:Explosões em Moçambique
    Categoria:Maputo
    Categoria:Incêndios em Moçambique
    Categoria:Acidentes e incidentes ferroviários de 1974
     
    Comentários

    Ainda não há comentários




    visto pela última vez
    a maioria das visitas