Today: Thursday 17 June 2021 , 6:05 am


advertisment
search


Noé Mauagali

Ultima atualização 1 Month , 1 Day 2 Visualizações

Advertisement
In this page talks about ( Noé Mauagali ) It was sent to us on 16/05/2021 and was presented on 16/05/2021 and the last update on this page on 16/05/2021

Seu comentário


Coloque o código
  {{Info/Santo
nome = São Noé Mauagali
data_nascimento =
data_morte =
tamanho = 250px
venerado_em = Igreja Católica
títulos = Mártir
Noé Mauagali ( ) foi um dos mártires a serem mortos a mando do cabaca do Reino de Buganda, na atual Uganda.

Vida

Noé nasceu em em 1850 em Necazibacu na região de Singo, e era filho de Musazi e Meme (futura Valéria) e irmão mais velho de Carlos Luanga e Munacu (futura Maria Matilda), todos membros do clã negabi. Reputado como trabalhador firme, curtia couro e era oleiro, sendo nomeado oleiro do chefe local, que admirava seu trabalho. Após viver algum tempo na casa deste, tornou-se inquilino de Matias Calemba e construiu uma casa em sua terra. Por sua amizade com Matias, foi influenciado a se tornar catecúmeno e foi batizado em 1 de novembro de 1885, na Festa de Todos os Santos, junto com outros 22 indivíduos.
thumbupright=0.90
Em 1881, estava entre os católicos que iam às aulas sobre o Evangelho de Mateus e os Atos dos Apóstolos ministradas pelo missionário anglicano Alexander Mackay. Em 1886, quando eclode a perseguição aos cristão sob mando do cabaca , estava em Mitiana, 45 quilômetros de distância da capital Mengo. Em 31 de maio, foi a Cauingo visitar alguns cristãos. Enquanto estava na casa de Lucas Banabaquintu dando instruções e discutindo a prisão de Matias e Lucas, a casa foi cercada pelo grupo liderado pelo legado real Mebugano. Mauagali foi ao encontro deles, dando a seus companheiros a chance de escapar. Diz-se que gritaram "É você, Mauagali?" e ele respondeu "Sim, é" antes de passar sobre sua cabeça um tecido de casca que estava usando.
Camani, principal baterista do rei, mergulhou sua lança nas costas de Mauagali, que caiu muito ferido. Um dos atacantes sugeriu que Noé fosse dado aos cachorros. Ele foi amarrado a uma árvore e os cachorros o rasgaram em pedaços, um tormento que durou até o anoitecer. De noite, seus restos foram desatados da árvore e deixados na estrada como aviso a outros cristãos. No dia seguinte, quando partiram, quase mais nada de seu corpo havia restado, pois as hienas também lhe devoraram. Noé foi beatificado por em 1920 e canonizado pelo em 1964. Uma porção da árvore a qual foi atado está em Mitiana, onde um santuário moderno celebra ele, Lucas e Matias.

Bibliografia


  • Categoria:Mártires de Uganda
     
    Comentários

    Ainda não há comentários




    visto pela última vez
    a maioria das visitas