Today: Friday 14 May 2021 , 3:49 pm


search


Tratado de Wuchale

Ultima atualização 21 hour , 26 minute 4 Visualizações

In this page talks about ( Tratado de Wuchale ) It was sent to us on 13/05/2021 and was presented on 13/05/2021 and the last update on this page on 13/05/2021

Seu comentário


Coloque o código
  O Tratado de Wuchale (ou, Tratado de Ucciale; em italiano: Trattato di Uccialli) foi um tratado assinado pelo Rei Menelik II de Shewa, mais tarde, imperador da Etiópia, com o conde Pietro Antonelli da Itália, na cidade de Wuchale, Etiópia, em 2 de maio de 1889. O tratado cedeu territórios que foram anteriormente uma parte da Etiópia, nomeadamente as províncias de Bogos, Hamasien, Akkele Guzay e Serae e estão na origem da colônia italiana e estado moderno da Eritreia. Em troca, a Itália prometeu ajuda financeira e suprimentos militares.
Firmaram-se duas versões do tratado, uma em italiano e a outra em amárico, as línguas oficiais dos países envolvidos no tratado. Ambas as versões diferiam na redação do artigo 17, na versão italiana se estabelecia que a Etiópia estava obrigada a tratar seus assuntos de política exterior e relações com outras nações estrangeiras por meio das autoridades italianas, transformando assim o reino etíope em um protetorado italiano. Na versão em amárico, por outro lado, se recomendava simplesmente consultar ao governo italiano, naqueles assuntos que envolviam as outras nações europeias.Discussions include Chris Prouty, Empress Taytu and Menilek II (Trenton, NJ: The Red Sea Press, 1986), pp. 70-99; Marcus G. Harold, The Life and Times of Menelik II: Ethiopia 1844-1913 (Trenton: The Red Sea Press, 1995), pp. 111–134; and Hatem Elliesie, Amharisch als diplomatische Sprache im Völkervertragsrecht, Aethiopica (International Journal of Ethiopian and Eritrean Studies), 11, (Wiesbaden: Harrassowitz, 2008), pp. 235-244. O mal-entendido se deveu à má tradução de um verbo, que formou uma cláusula permissiva em amárico e outra obrigatória em italiano.
A diferença foi percebida quando Menelik II, que apenas assinara a versão amárica do texto (sendo assegurado de que não haveria diferenças entre esta versão e a italiana),Rubenson 1964, p. 257 tentou entrar em contato com a Rainha Vitória do Reino Unido e o Imperador Guilherme II da Alemanha, ambos respondendo que, em virtude do artigo 17 do tratado, a Etiópia apenas poderia contatá-los através da diplomacia italiana, o que chocou o imperador etíope.Rubenson 1964, pp. 248-249 A controvérsia, entre ambos países, originada na diferença de versões do tratado, derivou na Primeira Guerra Ítalo-Etíope, entre 1895 e 1896, que finalizou com a derrota italiana na Batalha de Adua, e na delimitação definitiva das fronteiras da Eritreia.Chris Prouty, Empress Taytu and Menilek II (Trenton, NJ: The Red Sea Press, 1986), pp. 70-99Marcus G. Harold, The Life and Times of Menelik II: Ethiopia 1844-1913 (Trenton: The Red Sea Press, 1995), pp. 111–134Hatem Elliesie, Amharisch als diplomatische Sprache im Völkervertragsrecht, Aethiopica (International Journal of Ethiopian and Eritrean Studies), 11, (Wiesbaden: Harrassowitz, 2008), pp. 235-244.

Bibliografia

  • Sven Rubenson, "The Protectorate Paragraph of the Wichale Treaty" pp. 243–283 The Journal of African History Vol. 5, No. 2, 1964.
  • Sven Rubenson, "Chapter V: Trials of Strength with Egypt and Italy" in The Survival of Ethiopian Independence (Hollywood: Tsehai, 2003).
  • Carlo Giglio, "Article 17 of the Treaty of Uccialli" in Journal of African History VI, 2 (1965) pp. 221–235.

Wuchale
Wuchale
Categoria:Relações entre Etiópia e Itália
Wuchale
Wuchale
 
Comentários

Ainda não há comentários




visto pela última vez
a maioria das visitas